domingo, agosto 07, 2005

Lendo Mario Benedetti

Não gosto da eternidade, do comprometimento do sempre, do nunca raivosamente escutado, do adeus eternamente dito. Pesam mais as palavras, o sentido a elas atribuído? Não sei, não gosto nem de ouvi-las.
Talvez suporte algumas mudanças; talvez a escrita, talvez o tempo que circunda e a arenga que o devolve.
Mesmo nas coisas, de igual modo com os sentidos.
Crio como meus os lugares, como incontínuas as águas. Acorrento os encadeados sentimentos, fluentes as dúvidas.
Pensamentos submetidos e vinculados.
Para fluí-los é mister fazer poços, na água e nos céus; furos no véu e nos ventos e escavovar redores, muitos redores. Cair livra-me dos aprisionamentos.
Havia um tempo, havia... habitavam em mim eu e meus sentimentos.
E então a vida.
Não sei ler, não tenho compromissos, vazo continuamente as posses.
Estou carente, carente de livros, carente de ser lida, carente de tentar, carente de ser Maria.
Vejo, leio Mario Benedetti... abro o livro e aprendo... as atas do rancor.

Maria Odila

As atas do rancor
Do livro "Perguntas ao acaso"
Tradução de Julio Luís Gehlen

Pouco a pouco o rancor vai me invadindo
animaliza minha anima lisa
me empresta garras iras maldições
me sobressalta a paciência boba
dá brilho ao ódio como para abutres
me põe em áscuas e ascos

abro o livro e aprendo
a história do rancor seus pormenores
seus desenvolvimentos e suas pautas
seus herdados instrumentos

Mario Benedetti

11 Comments:

Blogger serrata said...

uma maravilha. ai que vou ler também.

9:51 PM  
Anonymous tania barros said...

Maria Odila, fico pensando como escritores, poetas, pensadores são nossos mestres e auxiliares nesta senda de escrever, de amar desconstruir, e reinventar a vida. Ambos os textos, o seu e o do Mario Benedetti sáo ótimos, daqueles que me dào vontade de reler, reler e guardar, pois me tocam de forma especial. Beijos e... que bom ter alguém escrevendo assim em blogs!

10:41 AM  
Blogger Manoel Carlos said...

Você e seu processo de comer mingau quente; sem que percebamos, vai arrodeando e envolvendo e sempre nos deixando carentes, pelo gostinho de quero mais.

4:55 PM  
Blogger Francisco Sobreira said...

Vejo, com satisfação, que você voltou. E apresentando Mario Benedetti. Não conheço a poesia dele. Tenho dois excelentes livros de ficção "A Trégua" e !"A Borra do Café". Mo mais, beijos. Francisco Sobreira

8:33 PM  
Anonymous Celso said...

Belos textos, Maria, o teu e o do Mário. Confesso que conheço pouca coisa dele. Poesia, nada. Mas, despertaste em mim a vontade de conhecê-lo. Mais uma vez, gostei de tê-la recebido no Cárcere. Volte mais vezes.

Gostaria de linká-la. Posso?

Saudações

11:42 AM  
Blogger Ernesto Diniz said...

Eu estou sempre por aqui, olhando através desse buraco de fechadura. Sempre muito bom. Beijo grande!

12:44 PM  
Anonymous nora borges said...

Maria, roubaram de mim o Inventário, livro do Benedetti.
Como alguém pode ser tão FDP!
Agora vou ter que comprar outro...

12:44 PM  
Anonymous Diana-Dru said...

Maria, um imenso prazer de ver em meu espaço antiguinho. mas prazer maior é estar aqui, aturdida entre tuas rasuras fantásticas. meu beijo porque a saudade é recíproca.
Diana-Dru, tua fã.

4:24 PM  
Anonymous poma fidiró said...

olá maria:
Se quiseres, envio-te alguns livros que publicámos este ano. Basta enviares uma morada postal

2:55 PM  
Blogger Luis Villas said...

Mario Benedetti uma referência...
Também já fiz referência no Rio Abaixo a este magnifico escritor.
Bj

5:50 AM  
Blogger 日月神教-向左使 said...

AV,無碼,a片免費看,自拍貼圖,伊莉,微風論壇,成人聊天室,成人電影,成人文學,成人貼圖區,成人網站,一葉情貼圖片區,色情漫畫,言情小說,情色論壇,臺灣情色網,色情影片,色情,成人影城,080視訊聊天室,a片,A漫,h漫,麗的色遊戲,同志色教館,AV女優,SEX,咆哮小老鼠,85cc免費影片,正妹牆,ut聊天室,豆豆聊天室,聊天室,情色小說,aio,成人,微風成人,做愛,成人貼圖,18成人,嘟嘟成人網,aio交友愛情館,情色文學,色情小說,色情網站,情色,A片下載,嘟嘟情人色網,成人影片,成人圖片,成人文章,成人小說,成人漫畫,視訊聊天室,性愛,正妹牆,情色視訊,愛情小說,85cc成人片,成人貼圖站

2:46 PM  

Postar um comentário

<< Home

Ou comente aqui: